Ciclista Diego Sass Morre Após Tombo de Bicicleta

Em seu perfil na rede social Facebook, o presidente da FPMTB, Clayton Palomares, lamentou o ocorrido: "Infelizmente a morte do ciclista Diego Oliveira foi devido a pancada da cabeça numa pedra, como diz na matéria: o laudo pericial disse que abriu um buraco na lateral da cabeça. Sua morte reacende a discussão de que o Mountain Bike é um esporte de risco, precisamos sempre garantir que os amigos que pedalam estejam com capacete e bem afixado a cabeça, senão também não adianta e, se possível, de boa qualidade. Passamos por chatos quando não deixamos alguém pedalar sem capacete em alguns eventos na terra, mas é para evitar esse tipo de situacao. Estou triste pela perda, mas espero que sua morte não seja em vão e sirva como um alerta aos bikers para que utilizem equipamentos de proteção de qualidade. É inadmissível alguém gastar milhares de reais em uma bike e querer gastar menos de 50 em um capacete chinfrim. Também é importante saber que, no caso de atletas filiados à FPMTB a família contaria com a cobertura de um seguro de acidentes pessoais, o que não suprime a dor, mas ajuda muito nessas horas. Bora pedalar com responsabilidade pessoal. R.I.P. Diego Oliveira"

A matéria completa do Jornal Cidade de Rio Claro pode ser vista NESTE LINK 

 

-Foto: Ciclista Diego Sass Oliveira, de 33 anos.

Deixe seu comentário

Comentários:

Leia também:

Página com vídeos

x